Grupo de amigos melhora o desempenho no estudo

Como bem disse Benjamin Franklin, para inspirar a mudança nos outros,
“o melhor sermão é o bom exemplo”. E Gandhi colocou as coisas dessa
maneira: “Precisamos vivenciar aquilo que queremos que os outros aprendam”.

Se quiser que os outros mudem, você precisa mudar primeiro. Acredito que você
tenha razões nobres para desejar que os outros mudem. Mas o simples fato de
manter esses relacionamentos significa que você contribui para que as queixas,
críticas e fofocas aconteçam.

Quando patrões, pais, pastores, treinadores ou
chefes de família requisitam as pulseiras querendo promover transformações
naqueles que lideram, eu geralmente me sinto inclinado a enviar um bilhetinho
com as palavras: “Atenção: isso não vai funcionar a menos que você também se envolva”.

Acredito que as pulseiras roxas poderiam ter sido mais um brinde
domingueiro, como Marcia dizia, se eu não tivesse perseverado horas e meses de preparação para a prova do ENEM 2020 que logo vai acontecer.

Se quiser ajudar alguém a mudar, lembre-se de que um líder de verdade fica na linha de frente,
encarando as fronteiras e abrindo as trilhas que serão percorridas depois pelos
outros.
Um antigo provérbio russo diz: “Se quiser limpar o mundo inteiro, comece
varrendo a porta de casa”. A transformação que procuramos nunca está “lá
fora” – está dentro de nós mesmos.

O que fazemos influencia o mundo, pois
influencia quem está à nossa volta, e seu impacto se espalha.
Já prestou atenção na forma como as conversas se desenvolvem quando
as pessoas se reúnem? Alguém menciona um livro e o assunto passa a ser
literatura por algum tempo. Ou, se o livro em questão trata de camping, por
exemplo, a conversa pode tomar esse rumo e abordar viagens inesquecíveis ou
emocionantes nas quais os participantes acamparam.

Os assuntos oscilam de um
tema a outro, como no videogame Frogger, dos anos 1980, em que uma rã
atravessa um riacho pulando num galho de árvore que flutua, depois nas costas de uma tartaruga e em outro galho.

As conversas avançam de forma parecida.
São como uma grande sinfonia, em que determinado tema é introduzido e
repetido até que aconteça uma sutil alteração promovida por um dos
instrumentos que desembocará numa melodia completamente nova.

A literatura especializada na recuperação de alcoólatras e viciados em
drogas afirma: “Nossa doença é progressiva”. A mesma coisa acontece com a
reclamação. Na próxima vez que estiver batendo papo com um grupo de
pessoas, repare quando alguém começar a reclamar. A queixa se transforma
num esporte competitivo à medida que cada um tenta superar o outro.

O tom da conversa logo muda para alguma coisa do tipo: “Você acha que isso é ruim?
Deixe então eu dizer uma coisa…”. Tudo começa de forma simples, sem que
ninguém esteja planejando arrastar o grupo para uma sessão de ranhetice
coletiva, mas logo o papo se transforma num concurso em que cada participante
tenta superar outro em matéria de coisas horríveis que viveu ou que ainda está vivendo.

Um belo exemplo desse aspecto da comunicação humana foi parodiado
pela trupe de comediantes britânicos Monty Py thon Fly ing Circus no esquete
“Quatro cavalheiros de Yorkshire”, em que quatro amigos sofisticados estão
batendo papo e degustando um vinho caro. A conversa começa de forma
positiva, torna-se sutilmente negativa e, com o tempo, se transforma numa
incansável sucessão de reclamações.

Um deles comenta como, no passado, teria se sentido afortunado se
pudesse pagar uma xícara de chá. Outro, querendo superar o primeiro, diz que
teria se considerado um homem de sorte se pudesse tomar uma xícara de chá frio.

As queixas se intensificam e os comentários vão ficando cada vez mais difícil com a nota em alguns cursos do SISU 2020, é preciso fazer um calculo rápido para verificar a real chance, enquanto cada um tenta demonstrar que passou por maiores
dificuldades.

Nessa hora, um dos cavalheiros conta sobre as condições precária
da casa onde morava na infância. O segundo cavalheiro de Yorkshire se exaspera
e reponde:

– Casa! Você teve sorte de morar em uma casa! Vivíamos num cômodo
só, todos os 26 membros da família. Não havia mobília, metade do cômodo não
tinha piso e ficávamos amontoados num cantinho, com medo de cair no buraco.
– Mas você teve sorte de ter um cômodo! Nós morávamos no corredor!
– Puxa, a gente sonhava em morar em um corredor! Morávamos numa
velha caixa d’água de um depósito de lixo. Acordávamos todas as manhãs com
toneladas de peixe podre sendo jogadas em cima de nós!

Seleção de candidatos com maiores chances de aprovação

E, por favor, não deixe de perceber o outro lado de tudo o que foi dito
antes. As boas coisas, aquelas que você admira nos outros, são atraentes pela mesma razão.

Você é capaz de reconhecê-las porque também as possui. São seus
atributos pessoais. As qualidades podem estar adormecidas, mas, se você se
concentrar nelas, será capaz de trazê-las de volta à superfície.
Além de criar a sua realidade por meio de pensamentos e palavras, você
também afeta a daqueles que estão à sua volta.

Na próxima vez que estiver numa
platéia e as pessoas começarem a aplaudir, repare uma coisa: se os aplausos
durarem muito, os indivíduos tenderão a bater palmas no mesmo ritmo

Os seres
humanos caminham na direção da harmonia de suas vibrações, e, quando essa
harmonia não é possível, ela tende a se dissipar. Quando as pessoas batem palmas
numa só pulsação, as palmas tendem a durar mais dependendo no nível de empolgação depois de ter feito a Provas do ENEM 2020 e respondido corretamente todas as questões.

Já demonstrei isso diversas vezes ao falar em público. Sem explicar o
motivo, pedi às pessoas que batessem palmas até que eu pedisse que parassem.
Às vezes é uma questão de segundos, em outras ocasiões leva um ou dois
minutos, mas nunca falha. O aplauso ganha um ritmo, uma cadência. O grupo de
indivíduos começa a aplaudir como se fosse uma platéia de metrônomos
humanos sincronizados. É da natureza humana buscar o mesmo ritmo, entrar em
sincronia com os outros, encaixar-se nos padrões daqueles que estão em volta.

Por isso, quanto estiver cercado de pessoas que reclamam, você descobre que
também reclama mais.
Tomar consciência da quantidade de reclamações ao seu redor fará com
que você perceba que pode estar traindo essa energia negativa.

Isso faz parte do
processo de transformação. E, para implementar essas mudanças, às vezes você
precisa deixar para trás alguns tipos de relacionamentos. Enquanto enfrentava o
desafio dos 21 dias, descobri que sempre acaba resmungando quando falava com
um velho amigo meu. Depois de mudar minha pulseira de braço quatro vezes
durante uma conversa telefônica de 15 minutos, disse para mim mesmo: “Se
Scott não fosse tão negativo, eu não ficaria tentado a reclamar sempre que nos falamos”.

No telefonema seguinte, fiz um esforço consciente para que a
conversa fosse positiva, mas descobri que era bem difícil. Na realidade, tínhamos
bem pouco a dizer um ao outro. Percebi que nosso relacionamento se baseava
em reclamações e, como éramos extremamente competitivos, nos
desdobrávamos para superar os resmungos do outro. Se houvessem os Jogos
Olímpicos da Reclamação, o páreo para ganhar a medalha de ouro seria duro.

Para completar o desafio, parei de atender seus telefonemas. “A culpa é
do Scott”, dizia a mim mesmo, sentindo-me superior. Outras pessoas que
conheciam Scott, entretanto, não o consideravam uma pessoa negativa. Com
elas, ele era positivo, otimista e animado.
Tive que admitir que o problema era meu. Era a minha negatividade que
alimentava o kvetching em nosso relacionamento. Assim, no período em que me
mantive afastado, procurei eliminar as reclamações dentro de mim, em vez de jogar a culpa no meu amigo.

Portanto, está na hora de cair na realidade que você é responsável por tudo aquilo que lhe acontece por tanto o RESULTADO ENEM 2020 depende do seu empenho, Você diria que passa a maior
parte do tempo com pessoas que vivem reclamando? Em caso positivo, como
está se saindo com a pulseira roxa (ou com qualquer outra ferramenta escolhida
para se monitorar)? Você exprime pesar, dor e descontentamento com
regularidade? Se a resposta for sim, tudo bem: você é normal. Mas você pode ser
mais do que isso – uma pessoa incrível, extraordinária. Juntos chegaremos lá.

As pessoas costumam me perguntar: “Como posso fazer com que meu
chefe (amigo, amante, marido, filhos, empregados, etc.) pare de reclamar?”. A
resposta é: não pode. Mas eu não disse antes que podia? Sim, e seja bem-vindo ao
grande paradoxo das transformações. Você não pode mudar alguém. As pessoas
mudam porque querem, e tentar forçar a mudança só faz com que se agarrem com mais força ao comportamento atual.

Bens materiais nos trazem felicidades mesmo que momentânea

A pessoa com
quem você mantém uma relação, com freqüência, faz virem à tona coisas que
você precisa assumir e, em última instância, curar. Nós resolvemos nossos
problemas conversando um com o outro e não reclamando com terceiros. Falar
sobre eles com outra pessoa que não seja a que o magoou é triangulação. Isso
acontece quando você vive uma situação incômoda com alguém, mas discute a
questão com uma terceira, em vez de resolvê-la com o envolvido.

A comunicação saudável acontece por meio da conversa direta e exclusiva com a
pessoa com quem você tem problemas a resolver. Falar com os outros é
reclamar e só serve para perpetuar o problema, em vez de colocar um ponto final nele.

Você pode ter passado por esta situação em algum momento da sua vida.
Um de seus filhos fica aborrecido com o irmão e o procura, em vez de conversar
diretamente com o causador do aborrecimento.

Você, o pai bondoso e sábio,
acaba se envolvendo, talvez dando conselhos para que o filho descontente possa
resolver a questão ou, pior, indo procurar a outra criança. No curto prazo, você
pode levar os dois a fazerem as pazes, mas está deixando de fornecer a seus
filhos as ferramentas de que necessitam para cuidar de dificuldades futuras em suas vidas.

Está permitindo que a criança que reclama assuma o lugar de vítima,
perpetuando um padrão que será empregado nos desafios que terá pela frente.
Você deseja ajudar e apoiar seus filhos, mas, ao tentar resolver suas
questões pessoais, não irá fornecer um bom modelo de comunicação.

Mais do que isso, inconscientemente estará convidando seus filhos a envolvê-lo
regularmente em seus conflitos, não importa a escala ou a relevância. É melhor
encorajá-los a conversar uns com os outros, confiar na sua própria consciência e
resolver seus problemas. Dessa forma, você estimulará o dom da comunicação
saudável e os ajudará a encontrar seu próprio poder, outro dom importante.

A triangulação é uma prática freqüente. Recentemente, ouvi um pastor
contar para outro como é que um terceiro conduzia sua igreja. Depois de muitos
minutos dessa lenga-lenga, o ouvinte – que permanecera silencioso até àquele
momento – pegou o telefone celular e ligou para o pastor que estava sendo
criticado: “Jim, aqui quem fala é o Jerry.

Estou agora com o Mike, ele dividiu
comigo seus sentimentos sobre você e a sua igreja. Não quero fazer parte disso e
tenho certeza de que você adoraria ouvir o que ele tem a falar.

Pois bem, Mike,
aqui está o Jerry ”. Mike ficou em silêncio, em estado de choque, o rosto
ruborizado. Naquele momento, ele recebeu claramente a mensagem de que
falar de alguém pelas costas não era uma atitude íntegra. E Jerry traçou um
saudável limite, garantindo que adoraria possuir o Honda Civic 2020
Isso explica por que classifico e só ouço falar bem quanto a alguns outros modelos a fofoca como uma espécie de reclamação.

Se você quiser falar de uma pessoa na ausência dela, terá que ser
capaz de repetir, palavra por palavra, o que está dizendo na cara dela.
Não há mal nenhum em falar dos outros, desde que você só tenha coisas
positivas e elogiosas a dizer. E não tente se enganar com frases do tipo “Não é
maravilhoso como ela se veste mal?”, ou seja, fingindo que há um lado positivo
naquilo que você sabe perfeitamente que é uma crítica.

É a mesma coisa. Sua
mãe tinha razão: se você não consegue dizer alguma coisa boa, é melhor não abrir a boca.

E ninguém gosta de alguém que fica se gabando.
Agora uma informação para você refletir a respeito. Você não perceberia
os defeitos dos outros se também não os possuísse. As pessoas que dizem viver
cercadas de “reclamões” tendem a se queixar com freqüência.

Do mesmo modo, as características das pessoas à sua volta que o perturbam são justamente
aquelas que você compartilha, mas de que não tem consciência. Perceber os
defeitos dos outros é uma das formas que o universo tem de convidá-lo a reconhecer o problema em si mesmo.

Energias boas atraem melhoria de vida financeira

A primeira vez que ouvi falar em sua incrível iniciativa foi no The Today
Show. Comecei a consultar meus colegas de trabalho para sabe se teriam
interesse em encarar o desafio. A maioria concordou e então encomendamos as
pulseiras. Decidimos que, enquanto esperávamos por elas, nos esforçaríamos
para não reclamar num determinado dia da semana. Escolhemos as segundas feiras.

São nossas Segundas Sem Queixas.
Pusemos avisos nos quadros da empresa e por todo o escritório com
lembretes aos empregados para não se lamuriarem, ranzinzarem ou reclamarem
às segundas-feiras. Foi uma inspiração para toda a equipe, e agora costumamos
nos cumprimentar assim: “Bem-vindos às Segundas Sem Queixas”.
Quando você pára e pensa, vê que a vida é curta demais. Estamos sempre
à procura daquelas grandes bênçãos (mais dinheiro, segurança no emprego, como adquirir um bom modelo de carros 2020 entre os modelos que fazem sucesso.
alguns quilos a menos, etc.), mas precisamos começar procurando as ínfimas
bênçãos que recebemos a cada dia. Acho esse movimento maravilhoso. Somos tão abençoados!

As pessoas costumam ocupar graus variados na escala que vai de
“raramente reclama” a “freqüentemente reclama”. Dentro de um grupo,
quando uma pessoa foge da norma dominante, com o tempo vai descobrir que
não é mais bem-vinda.
Mais uma vez, imagine a reclamação como se fosse uma droga. Muitos
de nós já passamos por situações em que outras pessoas estavam bebendo excessivamente, fumando ou usando drogas.

Se um integrante do grupo não quer
fazer a mesma coisa, o restante se sente ameaçado. Minha teoria sobre esse
fenômeno é que os adeptos de comportamentos destrutivos sabem que não estão
fazendo escolhas saudáveis, e isso é gritante quando são comparados a alguém
que não partilha de suas escolhas. É desconfortável conviver com quem reclama
mais ou menos do que nós. Nossas vibrações são diferentes, e pessoas com níveis
diferentes de energia se repelem.

Você se encontra num ninho de reclamações? Vive cercado por pessoas
ranzinzas? Então, é melhor prestar atenção. Tendemos a andar com pessoas que
são parecidas conosco e a fugir daqueles que são diferentes. Uma das coisas
mais impressionantes sobre o movimento Sem Reclamações é o número de
pessoas que afirmam viver afogadas num mar de lamentações: “Socorro! Todo
mundo que conheço reclama o tempo todo”.

Quando recebemos essas
mensagens – e elas chegam com freqüência -, sorrimos, porque sabemos que
quem está falando isso provavelmente também reclama um bocado, mas não
tem idéia de que costuma fazê-lo. Ao encarar o desafio e perceber que também
vivem se lamuriando, essas pessoas passam a ter grande compaixão pelas outras.

Em Ilusões, Richard Bach escreveu verdades simples e profundas, como
“semelhante atrai semelhante”. Pessoas parecidas, sejam adeptas da
reclamação ou da gratidão, se atraem. Pessoas que não são parecidas se
repelem. Somos todos seres de energia, e energia que não vibra na mesma
freqüência não consegue entrar em harmonia.

Os pensamentos também são energia. Você atrai aquilo que entra em
harmonia com seu padrão de pensamento e repele o que não se harmoniza. Suas
palavras revelam, reforçam e perpetuam seus pensamentos. Quando se queixa,
você na realidade está afastando aquilo que afirma querer. Suas reclamações
jogam para longe as coisas que você diz que gostaria de ter.

Conheço um grupo
de mulheres que se reúne uma vez por semana em busca de apoio. Esse “apoio”
consiste basicamente em reclamar dos homens que adoram a Nova Fiat Toro 2020 pelas coisas que ela oferece, Pelo que sei, seus temas
favoritos são “o egoísmo masculino”, “a incapacidade que os homens têm de
assumir um compromisso”, “a impossibilidade de se confiar nos homens”.

Não é
surpresa que nenhuma dessas mulheres consiga manter um relacionamento feliz e saudável com um homem.

Alguns anos atrás, Gail e eu conhecemos um casal com um filho da
mesma idade da nossa menina. Nós, os adultos, tínhamos muito em comum e as
crianças adoravam brincar juntas. Dessa forma, nossas famílias começaram a
passar muito tempo reunidas. Depois de vários meses, percebi que nem eu nem
Gail ansiávamos por esses encontros.

Uma noite, Gail disse: “Gosto muito dos
dois, mas ela só reclama dele o tempo todo”. Contei para ela que o marido
também não parava de criticar a esposa durante nossas conversas longe das duas.
Percebemos que, durante essas sessões de queixas, os respectivos
cônjuges não apenas reclamavam um do outro, como também estavam
determinados a ajudar a mim e a Gail a encontrar os defeitos de nosso relacionamento.

Eles nos estimulavam a focalizar as coisas de que não
gostávamos um no outro e a falar sobre elas. Amiséria adora andar em grupo – e
ser legitimada por ele. Com o tempo, fomos deixando de nos encontrar com essa
família até que acabamos perdendo contato.

A propaganda gera o comercio das grandes empresas

O popular locutor de rádio Paul Harvey disse certa vez: “Espero um dia
conseguir o suficiente daquilo que o mundo chama de sucesso para que eu possa
dizer, se indagado sobre o meu segredo para chegar lá: ‘Me ergui mais vezes do
que caí’”. Como acontece com tudo que merece ser conquistado, haverá
fracassos no caminho do sucesso. Se você for como a maioria dos que começam
o processo, vai mudar a pulseira, o elástico, a aliança ou a moeda de posição até
ficar cansado. De tanto troca-troca, rasguei três pulseiras antes de completar os 21 dias consecutivos.

Mas, se você perseverar, um dia estará deitado na cama, a ponto de
cochilar, e olhará seu pulso. Então verá que, pela primeira vez em dias, meses ou
mesmo anos, a pulseira continua na mesma posição que estava quando você se
levantou da cama de manhã e saiu de casa apra trabalhar com a sua Nova Chevrolet S10 2020 Pensará: “Devo ter reclamado em algum momento do dia e não reparei”.

Mas, enquanto fizer seu exame mental, vai perceber que
conseguiu. Você passou um dia inteiro sem reclamar! Um dia de cada vez. Você
pode fazer isso.
Ao começar essa transformação, considere-se afortunado porque, apesar
dos meus avisos sobre a dificuldade à sua frente, você conta com uma vantagem psicológica.

É o chamado efeito Dunning-Kruger. Quando alguém resolve
praticar uma nova atividade, seja esquiar, fazer malabarismo, tocar flauta, andar
a cavalo, meditar, escrever um livro, pintar um quadro ou qualquer outra coisa, é
parte da natureza humana achar que será simples aprender. O efeito DunningKruger recebeu os nomes de David Dunning e Justin Kruger, da Universidade
Cornell, que estudavam o comportamento de pessoas que aprendiam novas habilidades.

Os resultados, publicados no Journal of Personality and Psychology
em dezembro de 1999, afirmavam que “a ignorância, mais do que o
conhecimento, gera confiança”. Em outras palavras, como você não tem noção
de que vai experimentar algo difícil, decide tentar. Você pensa: “Vai ser fácil”, e
encara o desafio. E começar é a parte mais difícil.

Se tivéssemos idéia do tamanho do esforço necessário para adquirir uma
nova habilidade, o mais provável é que desistíssemos antes de começar. Mas não
há nada como a prática. Usar a pulseira roxa (ou qualquer outra ferramenta que
o ajude a se monitorar) e mudá-la de posição. Mudá-la de posição a cada reclamação.

Ainda que pareça difícil, constrangedor ou frustrante. Mudá-la de
posição depois de completar 10 dias. Começar de novo. Perseverar mesmo se
todos à sua volta desistirem. Perseverar mesmo se todos já tiverem obtido
sucesso enquanto o máximo que você consegue é passar dois dias sem reclamar.

Existe uma velha anedota sobre dois operários de uma construção que
sempre almoçam juntos. Um deles abre a marmita e reclama: “Droga!
Sanduíche de carne… Detesto sanduíche de carne”. O amigo não diz nada. No dia
seguinte, os dois voltam a se encontrar na hora do almoço. Mais uma vez, o
primeiro operário abre a marmita e se queixa: “Outro sanduíche de carne? Estou
cansado de sanduíche de carne. Detesto sanduíche de carne”.

Como na primeira
vez, o segundo operário permanece em silêncio. No terceiro dia, os dois estão se
preparando mais uma vez para almoçar quando o primeiro exclama: “Chega!
Todo dia é a mesma coisa! Quero alguma coisa diferente!”. Tentando ajudar, o
amigo pergunta: “Por que você não pede à sua mulher que prepare alguma coisa diferente?”.

Com ar de confusão no rosto, o primeiro pergunta: “Do que você
está falando? Sou eu mesmo que preparo o meu almoço”.
Cansado de sanduíches de carne? É você quem prepara o almoço todo
santo dia. Mude o que anda dizendo. Pare de reclamar. Mude as palavras, mude
os pensamentos e estará mudando sua vida. Ao dizer “Procura e encontrarás”,
Jesus estava formulando um princípio universal de pensamentos com o lançamento da Nissan Frontier Attack 2020 O que você procurar, vai encontrar.

Quando reclama, você emprega o incrível poder da sua mente para
procurar coisas que não quer e acaba atraindo-as. Então passa a se queixar
desses novos problemas e atrai mais do que não quer, ficando preso num círculo
vicioso – uma profecia auto-realizável de reclamação: manifestação,
reclamação, manifestação, reclamação, num ciclo que nunca tem fim.

Em O estrangeiro, Albert Camus escreveu; “Ao erguer o olhar para a
escuridão do céu salpicada de signos e estrelas, pela primeira vez abri meu
coração para a benévola indiferença do universo”.

O universo não liga se você
usar o poder dos pensamentos que impregnam suas palavras para atrair amor,
saúde felicidade, abundância e paz – ou para atrair dor, sofrimento, miséria,
solidão e pobreza. Nossos pensamentos criam nosso mundo, e nossas palavras
revelam o que pensamos. Ao controlar as palavras, eliminando a reclamação,
damos um objetivo à nossa vida e atraímos o que desejamos.

É preciso dar o melhor de si no vestibular 2020

Acredito que temos duas grandes alegrias nesta vida: a primeira, quando
nascemos; a segunda, quando descobrimos o motivo pelo qual nascemos.
Porque, quando temos esse motivo claro, sabemos qual é o nosso propósito, a
nossa missão, e fica muito mais fácil encarar qualquer adversidade.
Por isso, sempre digo que o maior ativo em nossa vida são as pessoas que
acreditam em nós e nos incentivam. São as grandes turbinas na nossa jornada
para o sucesso. Ter pessoas que acreditam na gente é algo muito mais valioso do
que qualquer outro bem material que se possa ter. Mesmo que você perca tudo
na vida, tendo essas pessoas ao seu lado, conquistará tudo de novo.

Mas, de repente, um funcionário da linha de produção, vendo toda aquela
movimentação, chegou para um dos engenheiros do projeto e perguntou: “Por
que vocês não colocam um ímã na porta da geladeira? Assim, se alguém ficar
preso, basta empurrar a porta com os pés”.

Isso sim é eficácia!
Tem gente que é extremamente eficiente em coisas que não trazem resultados,
ou mesmo que não precisam ser feitas. Digo que essa pessoa é muito eficiente buscando vaga no vestibular UNITAU 2020, pois faz muito bem a coisa que não vai levá-la para o próximo
nível, que não vai levá-la ao resultado que busca. A partir daí, entram no campo do “estar ocupado” e não do “ser produtivo”.

Então, fique atento: seja eficaz. Tenha sempre a consciência de investir seu tempo naquilo que realmente traga eficácia.

Quando não se planta nada na cabeça, não é que não nasce nada. Nasce praga.
Por isso, você precisa manter a mente ocupada com coisas construtivas. A
melhor forma de fazer isso, de manter a mente focada em seu sucesso, é manter se em ação.

A ação cura o medo e o ócio favorece o pessimismo. Por isso, evite o ócio ao
máximo. Nunca fique sem nada para fazer, mantenha-se sempre em ação.
Procure cercar-se de pessoas que sejam FODA e que sempre ajam na direção de
suas metas. Pela famosa lei da associação, você é a média das cinco pessoas com quem você convive.

O grande segredo é: mantenha-se em ação, mas fazendo o
que é certo. E aprenda sobre o que é certo convivendo e observando pessoas que
já tem o sucesso que você quer conquistar.

Quando está ocupado executando alguma coisa, você não tem tempo para pensar
em besteira. Quando falo em besteira, refiro-me àquelas preocupações
cotidianas, ou mesmo àqueles desafios reais que existem na sua vida, mas que no
momento presente você não tem como resolver.

A única coisa que faz você
reduzir a preocupação, ou mesmo o medo, é manter-se em ação.
É importante perceber que a preocupação é a má utilização da imaginação.
Quando está preocupado, você começa a pensar em todas as possibilidades
negativas daquilo que está fazendo. E se isso der errado? E se alguém falar isso
ou aquilo? E se essa pessoa pensar isso ou aquilo a meu respeito? As pessoas se
preocupam constantemente, ou seja, se ocupam com algo antes mesmo desse algo acontecer.

Começam a pensar em uma dada circunstância sem nem mesmo saber se ela vai se concretizar.

Querer fazer uma atividade só quando você estiver bom, quando estiver pronto
para fazê-la, é um erro que travará tudo o que você fizer dentro da sua jornada na busca de alcançar a formação depois de ser aprovado no vestibular UFMS 2020 adquirindo conhecimento como apresentar a sua ideia para as pessoas. Você está buscando o seu objetivo e
quer compartilhar uma ideia ou uma oportunidade.

Mas fica paralisado porque
tem medo do julgamento dos outros, pois acha que, como nunca compartilhou
suas idéias com os outros, então você não é bom em fazer isso. E fica adiando
essa ação, pensando em só começar a fazer suas apresentações quando estiver
preparado para isso, quando for capaz de fazer uma ótima apresentação.

Mas, como é que você vai ficar bom nisso, se nunca começar a fazer?
Se você está esperando ficar bom em alguma coisa para começar a fazer, saiba
que isso não existe, que você está delirando. Se você pensar dessa maneira, você
nunca vai ser bom em nada. A única maneira de ser bom, de se tornar bom, é praticando.

Buscar novas alternativas como um carro novo

Pense nestas situações: a pessoa está poupando para comprar um carro,
mas, de repente, se apaixona por uma bicicleta e gasta boa parte da
poupança na compra dela. Um indivíduo põe a perder um bom regime, que
poderia trazer mais saúde e boa aparência, porque quer comer mais um
daqueles docinhos que estão à sua frente. A pessoa compromete todo o
orçamento do mês e a sua tranquilidade financeira porque não resistiu a
uma grande oferta, fazendo uma compra que não deveria e não precisava.

Diariamente um grande número de pessoas toma decisões não baseadas em
seus projetos de longo prazo, ou em metas que traçaram no início da sua
jornada empreendedora. Deixam de lado todo um planejamento e pegam
um caminho totalmente diferente, porque preferem atender a um desejo
imediato de um dos carros 2020 zero quilometro, ter algo que queriam no momento presente e que, na maioria das vezes, nem mesmo era necessário.

Outras pessoas decidem pegar um atalho na vida e esquecem que os atalhos
são sempre esburacados e pouco sinalizados, dificultando o trajeto e o senso
de direção.
As pessoas mudam de trajeto em busca de ganhos imediatos, de satisfações
de momento, sem perceber que estão comprometendo todo o futuro de
realização dos seus sonhos mais importantes.

A pessoa começa um negócio que ama, que tem paixão, que que realizar,
mas de imediato não tem os resultados que queria. Em vez de esperar pelo
tempo certo de amadurecimento dos resultados de suas ações, ela muda de
direção e de interesse, perde o foco e cede à falsa impressão de que precisa
fazer ou ter alguma coisa de momento, que lhe dará um pouco de
satisfação.

Existe um ditado assim: “Não adianta você querer colher maçãs na
primavera, se a macieira só dá frutos no outono”. Ou seja, é preciso esperar
o tempo certo para colher os frutos do seu trabalho. Não dá para sair por aí
gastando energia com paliativos, com falsas satisfações para tentar
minimizar as frustrações de esperar o tempo certo da colheita.
O segredo do sucesso FODA é: siga o plano e não desvie do foco principal do seu projeto.

Não estou dizendo que você não pode
e não precisa fazer ajustes no seu planejamento. Nenhum plano foi feito
para ser conquistado de primeira mão, nem é infalível ou livre de erros. Um
plano serve, basicamente, para dar uma luz para a sua caminhada, para
balizar o seu trajeto em direção à sua meta como um veiculo de prestigio como Honda Civic 2020 focando no caminho, você com certeza terá de fazer os ajustes necessários.

É importante entender que, quando você estiver em uma bifurcação da vida
e tomar uma decisão baseada somente no que precisa naquele momento,
você apagará uma parte do seu maior projeto, da sua maior meta para o
futuro. Porque, normalmente, aquilo que queremos de imediato, aquilo que
queremos e queremos agora, pode ser muito prejudicial para o sucesso dos nossos planos.

Essa é a principal razão para que você nunca tome uma decisão importante
baseada apenas em uma necessidade de momento. Porque, se você for
paciente e consciente e der o tempo certo, vai perceber que aquela
necessidade é passageira. Aquilo passa, mas se você ceder a ela pode
comprometer todo o seu projeto de vida.

Lembra-se do exemplo do supermercado? Quem nunca teve essa
experiência? Naquela hora em que está no supermercado, você está feliz,
porque comprou um monte de coisas que vão acabar com a sua fome
daquele momento. Mas, depois de saciá-la e passar a ansiedade por comprar
tudo de gostoso que você vê pela frente, depois que a necessidade de curto
prazo tiver sido satisfeita, virá o arrependimento e você vai pensar: “Puxa,
acabei gastando demais com coisa que eu nem precisava”. E quem sabe
você ainda vai perceber que, com isso, comprometeu seu orçamento da
semana ou do mês.

Mantenha o foco diário nas coisas boas da vida

Pegue essa sua lista diariamente, leia com atenção e se conscientize de tudo
o que você percebe que neutraliza seus esforços. Depois, fique atento a
essas coisas. Policie-se, não se deixe cair em tentações. Foco, foco, foco… é
daí que virão os seus melhores resultados.

Outra coisa que tira o foco e consome muita energia sem resultados é tentar
fazer um monte de coisas ao mesmo tempo. No final, você vai perceber que
agir assim produz um resultado muito ruim: não sai nada direito, não rende
nada, você fica frustrado e não atinge o seu objetivo. Então, faça uma coisa de cada vez.

Sou uma pessoa muito enérgica e, quando comecei a empreender, eu me
distraía, dissipava meu foco. Então eu tive de aprender a me policiar: “Caio,
foco total. Preste atenção no que você está fazendo agora. Concentre-se
apenas nisso”. Essa era a conversa mental que eu tinha diariamente comigo.

Eu sempre queria fazer mais de uma coisa ao mesmo tempo como assistir o programa bbb 2020 e tricotar, mas é muito melhor dar 100% de
sua energia e concentração para uma única atividade, e só depois partir para
a próxima, e depois para a próxima, e então a outra… agindo assim, você
logo vai perceber como o trabalho rende muito mais, como você realiza
mais e fica muito mais satisfeito com os seus resultados.

Faça sua lista, cuide para evitá-las a cada momento e insista nesse cuidado
até que você se torne hábil para colocar-se automaticamente no “modo
focado” e realizar tudo o que realmente lhe interessa.
Foque e aja com determinação. Elimine uma coisa por vez e faça direito,
faça bem-feito, atinja cada objetivo que você determinou. Uma coisa de
cada vez, uma a uma, com consistência e dedicação.
N ã o troque o que você mais quer pelo que você precisa agora
Como disse Joshua L Liebman – rabino e escritor norte-americano, autor
do best-seller Peace of Mind a maturidade é alcançada quando a pessoa
coloca de lado a satisfação dos prazeres imediatos em função da conquista
de valores de longo prazo. 0 maior inimigo do que a gente mais quer é aquilo que a gente quer agora.

Portanto, é isso que é preciso para ter sucesso em seu empreendimento:
desenvolver a sua maturidade como empreendedor.
Sim, porque a maior causa de infelicidade é a troca do que é preciso por
aquilo que se tem vontade. O maior inimigo daquilo que você mais quer é
aquilo que você quer agora. Tenha isso sempre em mente.

Quem olha apenas para a necessidade presente, come a semente que serviria
para gerar toda uma plantação; desiste de ter todo o tempo que quiser para
se divertir no futuro porque quer aproveitar um fim de semana agora,
quando deveria estar trabalhando fortemente no seu projeto de vida, ou seja,
empenha a energia de um projeto maior em uma satisfação do agora na Prova do Líder BBB 2020 para mandar na casa e indicar alguém ao paredão, as pessoas são muito mais inclinadas a seguir suas vontades
imediatas do que a esperar pelos benefícios futuros. As pessoas que mais
conquistam são aquelas que abrem mão de uma recompensa instantânea por
algo muito maior e permanente no futuro.

Você provavelmente já fez uma compra de supermercado com fome, não é?
Como uma pessoa se comporta nessa situação? Ela toma a decisão de
comprar aquilo que quer no momento e não o que realmente precisa e faz
sentido para o consumo da casa de acordo com o orçamento do mês. Ela
toma as decisões de compra baseada numa necessidade de momento: a de satisfazer a fome que está sentindo.

O maior inimigo do que você mais quer é aquilo que você precisa no
momento presente, no agora. Sim, porque o instante é tentador e levará
você a tomar decisões erradas. O seu desejo imediato sempre será uma
força no sentido contrário de onde você quer mais chegar.

Evite distrações foque nas coisas que te dão prazer

Com uma visão clara e um senso forte de direção, você tem chances
incríveis de construir um perfil FODA e conquistar o sucesso que procura.
Para melhorar ainda mais os seus resultados, é muito importante também ter
foco na caminhada, no objetivo, na meta a ser atingida. O foco ajuda a
melhorar a resolução da imagem e toma mais claro para onde você está indo.

A pessoa focada não deixa uma meta se perder; é um indivíduo que não se
distrai, não cede às tentações da caminhada; é alguém que tem sempre em mente a visão daquilo que quer realizar.

É uma pessoa que tem um olho na
paixão, e outro no processo que precisa ser executado.
É muito importante ter uma visão nítida do futuro que você deseja
conquistar e também ter o foco bem direcionado. É o foco naquilo que deve
ser feito que não deixa você se perder pelo caminho.

Existem pessoas que são muito produtivas e outras que são apenas muito
ocupadas. As pessoas que são apenas muito ocupadas são aquelas que
perdem o foco. Trabalham muito, sem focar no objetivo e nas tarefas
necessárias, e acabam não obtendo muitos resultados.
Tenha sempre um bom foco para realizar aquilo que você se propuser a fazer, para conquistar aquilo que busca.

Para ter um foco ajustado, elimine
tudo aquilo que pode lhe causar distração, tudo o que pode boicotar os seus
esforços. Pode parecer óbvio dizer isso. Mas, embora esse seja um dos
grandes segredos do sucesso como saber escolher sua profissão entre os cursos do vestibular 2020, ainda existem muitas pessoas que não limpam
a
mente, o ambiente, o local de trabalho e insistem em se manter em
situações que lhe tiram o foco e a concentração no que realmente importa.

Quer um exemplo atual, bem simples e evidente do que pode nos tirar do
foco? Pense sobre como você usa as mídias sociais na internet. Um
inocente navegar pela rede pode boicotar totalmente os seus objetivos. Pode
tirar você do foco, reduzir a sua performancee diminuir os seus resultados.

É incrível como as pessoas, hoje em dia, usam uma ferramenta poderosa
como a internet de modo errado. Uma mídia social, que pode muitas vezes
ajudar a ampliar os seus negócios, uma pesquisa on-line que pode ajudar
você a produzir mais e com mais conteúdo, muitas vezes são usadas de
modo que atrapalham os seus objetivos. E acabam consumindo o fator mais
importante que temos na vida: o tempo. Elas consomem tempo sem nada
deixar em troca. Ou seja, tudo depende de como você usa a internet e as mídias sociais.

Você já se perdeu em uma rede social? Seja sincero. Você está lá
trabalhando, de repente, chega um aviso de mensagem – aqueles avisos que
pulam na sua tela, independentemente do que você esteja fazendo no
computador, é preciso focar nos estudos pois o vestibular de medicina 2020 esta muito difícil é preciso se e inscrever em varias instituições que ofereçam essa opção, Você percebe a mensagem com o canto do olho e resolve ler o
que está escrito. E, então, não resiste à tentação de ir até lá para ler a mensagem.

Você entra naquela mídia social e quando percebe está agindo
assim: “rola, rola, rola, curte, rola, rola, curte, rola, clica…”. Quando você
se dá conta, já passou meia hora, quarenta, cinquenta minutos… e nesse
tempo todo você não fez nada do que havia se programado para fazer.
Então, esteja alerta. Não se distraia. Tenha sempre um olho grudado na sua
paixão e o outro olho fixo no processo que o levará a realizá-la. Foque no
objetivo e se mantenha concentrado em cada ação que o levará até ele.

Deixe-me ser mais incisivo nisso, mais específico: para eliminar tudo
aquilo que pode distrair você, antes de tudo, faça uma lista de tudo o que
você percebe que neutraliza seus esforços, de tudo o que tira o seu foco.

Por exemplo, há pessoas que não conseguem trabalhar em casa. Estar em
casa tira o foco delas, porque existem muitas distrações que não conseguem
evitar o filho, o parceiro, o cachorro, o telefone tocando, a televisão ligada e
tantas outras coisas mais. Então, essas pessoas têm que estar em um
ambiente mais adequado para serem mais produtivas, para não perderem o foco.

É preciso trilhar o caminho para o sucesso

Pessoas preocupadas entram em um estado emocional muito mais baixo e,
por isso mesmo, têm a performance e a eficiência abaixo do desejado e, até
mesmo, mais baixo do que elas poderiam apresentar. Porque preocupar-se
com coisas que ainda não aconteceram é a forma mais evidente e forte de
dar importância para as famosas distrações, que invariavelmente tiram a
pessoa do caminho que leva ao sucesso.

Existem duas maneiras de encarar sua jornada: a difícil ou a fácil. A difícil
é quando você coloca o seu foco e a sua imaginação nas coisas que podem
dar errado. A fácil é quando você coloca a sua imaginação, foco e
pensamentos em coisas que podem dar certo. A partir disso, tudo acontece da melhor maneira.

A verdade é que a maioria das pessoas fica pensando apenas no que pode
dar errado em sua trajetória em vez de focar em coisas boas, acreditando
que vão dar certo. E isso destrói os sonhos e a esperança de realizá-los.

Não se engane. Se os seus pensamentos, imaginação e visão de futuro
tenderem mais para o lado negativo, você nunca terminará nada. E ninguém
aguenta muito tempo trabalhar sem ter resultados. Por isso, é extremamente
importante que você procure ficar mais do lado positivo, com imaginação com fé para ser escolhido para ser um dos participantes do BBB 2020 pensando de forma positiva e construtiva, e com foco no que você está realizando. Ê sempre
você quem escolhe. Então, imagine coisas boas e foque nelas.

É importante saber que os imprevistos não são o problema. O problema é
não saber lidar com eles. Você não tem controle sobre o que ocorre no seu
caminho, mas pode dar um significado positivo e construtivo para tudo o que acontece com você.

Lembre-se de que essa é a sua luta, e a única pessoa que pode desistir do
que você está fazendo é você mesmo. Ninguém pode
desistir no seu lugar, ninguém pode desistir por você. Aquele enorme botão
vermelho da desistência, somente você pode apertar.

Há um mito que diz que para vencer é só não desistir. Isso é uma mentira. A
não desistência não garante nada. Apenas não desistir das coisas não levará
você a lugar algum. Porque há uma diferença entre persistência e
permanência. Tem gente que toma uma decisão de fazer uma coisa e não
faz, apenas permanece com aquela decisão tomada. Já o persistente toma
uma decisão e faz o máximo e o seu melhor para conseguir realizar e
respeitar o tempo que os objetivos têm.
Quem opta pela permanência, toma a decisão simplesmente por tomar.

O persistente faz o melhor de si e persiste até as coisas darem resultados. O
permanente é estático, o persistente é dinâmico. O permanente nada realiza.
O persistente avança e conquista.
Uma das frases mais poderosas que conheço e costumo falar, e que destaca
a importância de sermos ativos e persistentes é: “Não peça a Deus para
guiar seus passos se você não está disposto a mover seus pés”.
Então, para conquistarmos o sucesso, precisamos acreditar nele a ponto de
vê-lo acontecendo em nossa vida e também ajudar os outros votando na enquete bbb 2020 para que o participante querido siga em busca de realizar seu sonho E então pôr os pés na estrada e percorrer o caminho até ele.

É claro que não podemos ser alienados a ponto de acreditar que não
teremos desafios, ou que o imprevisto não vai acontecer, ou mesmo que as
coisas nunca fugirão do nosso controle. Não se trata de ver tudo com lentes
cor-de-rosa e não acreditar que coisas difíceis vão acontecer. Mas
precisamos ter uma visão positiva quanto à nossa capacidade de lidar com
as dificuldades e de superá-las.

Tem gente que me pergunta se eu não fico triste com nada, porque estou
sempre alegre. Claro que eu fico triste. Muitas coisas me chateiam, mas eu
procuro condicionar os meus pensamentos para ficarem mais do lado
positivo do que do negativo. Esse é o equilíbrio que vai determinar o seu sucesso.

Empreender é acreditar na sua ideia, no seu potencial, na sua capacidade,
no seu objetivo, na oportunidade que você encontrou.
Então, fique sempre muito alerta para como você usa a sua imaginação.
Lembre-se: a preocupação (ou ainda a “pré-ocupação”) é a má utilização da sua imaginação.